Entornador de Contenedores como Apoio Ergonômico

É importante o uso de manipuladores industriais e/ou transportadores como instrumentos de apoio ergonômico, com o objetivo de reduzir e/ou eliminar esforços, fadiga, lesões, doenças ocupacionais e acidentes nos trabalhadores, consequência das transferências de materiais, peças ou produtos nos postos ou entre postos de trabalho.
Embora o esforço realizado pelo trabalhador em sua atividade laborativa seja uma das variáveis que deva ser analisada, minimizada e, se possível, eliminada, não se pode deixar de analisar criteriosamente as posturas que são exigidas do operador durante sua jornada de trabalho. Estas posturas, em função de sua amplitude e repetitividade dos movimentos exigidos, poderão levar o trabalhador a um afastamento, consequentemente gerando custos financeiros e humanos relativamente altos para a empresa e para ele.

Posturas
Na prática, durante a jornada de trabalho, um trabalhador pode assumir as mais diversas posturas e, em cada uma delas, um conjunto de diferentes músculos são acionados, sendo estes músculos responsáveis pelos movimentos e sustenção de partes do corpo.
A coluna vertebral, como centro suporte do organismo humano, possui três funções (Dr. Knoplich):

a) A de sustentação do organismo - que é desempenhada através dos ossos da coluna, que são as vértebras, e pelos discos invertebrais;

b) A de movimentação do corpo - esta função é realizada pelas articulações existentes entre a parte posterior das vértebras e, principalmente, pela musculatura;

c) A de proteção - a medula nervosa é um prolongamento do cérebro e se constitui numa parte nobre do sistema nervoso central. Assim, como os ossos do crânio protegem o cérebro, a coluna vertebral protege, como se fosse um estojo, a medula nervosa.

A coluna participa na realização de todos os movimentos de deslocamento do corpo, e esses movimentos devem ser executados com uma postura equilibrada, isto é, vértebras, discos, articulações e músculos devem realizar os movimentos sem desgastes ou agressões; devem trabalhar em sua posição normal de equilíbrio.
A posição normal de equilíbrio para quem trabalha em pé é aquela que não exige torções, flexões, extensões e movimentos pendulares da coluna. As forças que são transmitidas sobre os discos invertebrais devem ser distribuídas uniformemente. Toda e qualquer variação de movimentos, isto é, quando a coluna sai da posição vertical, causa um desequilíbrio de forças, podendo gerar uma lesão na mesma.
É frequente entre os trabalhadores, lombalgias ocasionadas por situações onde eles têm que realizar tarefas com o tronco fletido, rotações laterais de tronco ou torcendo e girando a coluna lombar, em função do posicionamento dos materiais em seus postos de trabalho ou dos alcances exigidos nas pegadas de materiais.

Entornador de Contenedores
Contêineres, caixas, paletes aramados, cestos, caçambas, etc. são largamente utilizados pelas nossas indústrias para armazenar e transportar peças e produtos. A capacidade de armazenagem destes recipientes é indiscutível. Porém. dependendo do seu tamanho, exigem, durante a operação de carregamento ou descarregamento, movimentos muitas vezes agressivos à máquina humana e, segundo os trabalhadores, tornam-se verdadeiras máquinas de tortura para quem é obrigado a colocar e retirar peças, componentes ou produtos de seu interior.
Independentemente do peso das partes armazenadas, os trabalhadores repetidamente deverão se curvar, inclinar, debruçar, aproximar o corpo, etc. para alcançar e levantar as partes armazenadas no interior do recepiente, principalmente as que se encontram no fundo do mesmo.
O "Entornador de Contenedores" é um equipamento que pode servir como um bom apoio ergonômico no posto de trabalho, para minimizar ou eliminar determinados movimentos exigidos durante o trabalho. Sua flexibilidade de elevar, baixar e inclinar recipientes faz com que o trabalhador realize suas atividades com o corpo o mais próximo possível de seu ponto de equilíbrio, consequentemente, reduzindo as chances de lesões e acidentes e aumentando a produtividade.
Alguns entornadores possuem infinitas regulagens de movimentos, podendo adaptar-se facilmente às necessidades do operador. Uma das grandes vantagens é a flexibilidade que alguns possuem de serem facilmente movimentados entre postos de trabalhos e usados onde se fizerem necessários. Dependendo das características do trabalho, os mesmos poderão ser hidráulicos, mecânicos e pneumáticos. Portanto, sendo a Ergonomia a Ciência do Conforto, o "Entornador de Contenedores" é um excelente apoio ergonômico na prevenção da integridade física do trabalhador.


Antonio Francisco Abrantes,
Instrutor da IMAM para o curso "Ergonomia Industrial".
Tel. (0--11) 5575 1400
   imam@imam.com.br


Esta página é parte integrante do www.guiadelogistica.com.br .